E agora umas farturinhas Macias, Estaladiças e Coradinhas

Leio numa – boa – entrevista, que já tem uns dias, do Miguel Esteves Cardoso: ‘a arte está em tu abusares enquanto podes’.

Mas isto é tão errado. A arte está em: nunca abusar, mas pensando que se está a passar para lá de todos os limites; o homem nunca saberá aquilo que pode; o homem feliz é o que vive para lá do uso e do abuso, é o que vive iluso, o que funde a ilusão com o uso. Pode parecer um platonismo de vão de escada, mas é o tirinho da sorte. Coitados dos que viveram para esticar os limites, e se esqueceram que no centro é que se pode gozar verdadeiramente o movimento do carrocel.

Anúncios

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: