Manual de auto ajuda para amestradores de bivalves e outras mentes em estado de captação

1ª lição – Os grandes jectivos: o Ob e o Sub

a) Objectivamente Jesus morreu pregado numa cruz, subjectivamente Deus sofreu pelos Seus filhos

b) Objectivamente a Ota é um aeroporto, subjectivamente é uma plataforma de 243.657 estacas entalada entre um aquífero e uns sobreiros

c) Objectivamente Portugal é uma nação, subjectivamente é onde encalhámos

d) Objectivamente um beijo são dois lábios a juntarem-se, subjectivamente são dois corações a juntarem-se

e) Objectivamente o SCP vai em terceiro, subjectivamente vai em primeiro

f) Objectivamente o Morse é um código, subjectivamente também

g) Objectivamente J L Borges não escreveu um livro de jeito, subjectivamente ensinou imensa gente a ler

h) Objectivamente o Casino fica no Estoril, subjectivamente é para onde estivermos virados

i) Objectivamente os fenómenos são coisas que acontecem, subjectivamente são coisas que nos acontecem

j) Objectivamente é Natal quando a gente quiser, subjectivamente não

k) Objectivamente Portugal está no rumo certo, subjectivamente Manuel Pinho é ministro

l) Objectivamente mamilo é uma palavra horrível, subjectivamente rima mal com Esquilo, ou bem com Camilo ( mas, nem objectiva, nem subjectivamente, rima com Castelo Branco)

m) Objectivamente ninguém nos conhece, subjectivamente até parecemos transparentes

n) Objectivamente o suprematismo russo é uma corrente artística, subjectivamente ninguém sabe ao certo o que é

o) Objectivamente Kavafavafafodavavissenãometáassaiarvis é um poeta grego, subjectivamente é um gajo que só o lê quem não tem pilinha em condições para brincar

p) Objectivamente Engenharia é a técnica dum gajo que faz umas contas abstractas aplicadas a uma realidade concreta, subjectivamente é um curriculum concreto obtido duma forma abstracta

q) Objectivamente a alma humana não se vê, subjectivamente só não a vê quem não quer

r) Objectivamente a adolescência é uma fase, subjectivamente é um mercado alvo e o que faz um pai calvo

s) Objectivamente o crepúsculo é o momento da passagem da tarde para a noite, subjectivamente é a passagem da noite para o dia

t) Objectivamente o ‘enriquecimento sem motivo aparente’ é um indício criminal, subjectivamente é bom

u) Objectivamente o cristianismo é um enquadramento cultural, subjectivamente é um negócio paralelo de almas

v) Objectivamente quase ninguém conhece a Karen Dalton, subjectivamente nunca mais ninguém cantou assim

w) Objectivamente o Morandi só pintou copos e garrafas, subjectivamente melhor que ele a pintar a alma só o Ingres com os banhos turcos

x) Objectivamente a ‘ciência’ tende a confundir equilíbrio com ausência de dispêndio de energia, subjectivamente não há equilíbrio sem fazer um esforço do caraças

y) Objectivamente o teatro é uma arte, subjectivamente é aquela coisa que até põe o André Gago a fazer de Hamlet

z) Objectivamente este post está entre a parvoíce e a treta, subjectivamente deu para aliviar a tensão acumulada entre a falanginha e a falangeta.

Anúncios

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: